História

A trajetória da Coordenação de Assuntos Internacionais da UFG começou em 1987, quando foi criado o Centro de Relações Internacionais da UFG, com o objetivo de abrir as portas da universidade a estrangeiros. Mais tarde, pela Portaria nº 00373, de 7 de Abril de 1987, emitida pelo então Reitor Prof. Joel Pimentel de Ulhôa, foi criada a Assessoria de Assuntos Internacionais, um organismo responsável pelo desenvolvimento e expansão da cooperação internacional da instituição com os seus homólogos de outros países. Raquel Figueiredo Alessandri Teixeira foi nomeada a primeira assessora, com a tarefa de propor a estrutura adequada para o Gabinete, definindo os seus objetivos, o seu programa de atividades e as suas condições de funcionamento.

A iniciativa de investir no âmbito internacional é muito bem vista no cenário académico, destacando a UFG como uma das universidades mais notáveis a investir em centros de relações internacionais, "mantendo assim contatos importantes que começam a abrir as portas da universidade a estrangeiros", de acordo com o Relatório Sintético de Atividades da UFG de 1987.

No ano seguinte, Ruy Rodrigues da Silva assumiu o compromisso de manter e desenvolver o trabalho que já tinha adquirido notoriedade internacional. Em 1989, o mesmo Reitor, através da Portaria 00920, e considerando a necessidade de reforçar e expandir o trabalho no domínio internacional criou o Comité do Conselho Consultivo para os Assuntos Internacionais, estabelecendo as atribuições e competências deste Conselho no Regulamento Interno do Conselho Consultivo e nomeando para a sua constituição os Professores Fernando Pelegrini, Heitor Rosa, Raquel Figueiredo Alessandri Teixeira e Ivo de Carvalho.

Foi sob a direção do Professor Orlando Afonso Valle do Amaral que, a partir de 1991, o então conselheiro ganhou o título que herda até hoje como Coordenador dos Assuntos Internacionais na UFG. Depois, em 1994, a Professora Raquel Figueiredo Alessandri Teixeira regressou a CAI. Entre 1998 e 2005, a Professora Adriane Cecília Teixeira de Oliveira ocupou o cargo de coordenadora, iniciando uma nova fase no desenvolvimento das relações académicas internacional na UFG.

De Janeiro de 2006 a Junho de 2018, o Prof. Dr. Ofir Bergemann de Aguiar permaneceu como Coordenador dos Assuntos Internacionais, expandindo a influência e o âmbito dos projetos relacionados com o cenário académico internacional. Este ano, o Prof. Francisco assumiu o cargo de Coordenador dos Assuntos Internacionais, que adquiriu o estatuto de Diretor e passou a chamar-se Direção de Relações Internacionais (DRI), dando continuidade ao trabalho que tem sido representativo da cooperação académica internacional durante 30 anos na UFG.

 

A CAI Regional Jataí

As ações da CAI na UFG/REJ começaram em 2012 e estiveram ligadas à Coordenação de Graduação (COGRAD), com a contribuição do Professor Kleber Pereira, da Anatomia, até Setembro de 2015. Após esse período, Márcio Issamu Yamamoto, do Curso de Inglês, respondeu como coordenador até Abril de 2017, quando saiu para estudar. Atualmente, Adriana Luize Bocchi, da Zootecnia, representa a CAI desde Maio de 2017.

A Coordenação de Assuntos Internacionais (CAI) da UFG / REJ atua na mobilidade internacional como uma extensão da DRI em Goiânia, divulgando chamadas, recebendo pedidos da comunidade académica, e promovendo o acolhimento de estudantes de instituições estrangeiras com as quais a UFG tem acordos, uma vez que todas as seleções e acordos são feitos pela DRI.

Em 2019, devido ao início da emancipação da futura UFJ (Universidade Federal de Jataí) da atual UFG, a CAI/REJ começou a realizar os processos académicos, financeiros e administrativos relacionados com a internacionalização da Regional de Jataí. Também iniciou o Programa Embaixador (que visa receber estudantes / professores /TA) e a Rede da Mudança! (para apoiar o estudante da UFG no processo de mobilidade internacional).

No mesmo ano começaram os Projetos: Crossing Borders e International Afternoon, centrando-se na Internacionalização em Casa e em Setembro de 2019 lançou a primeira Convocatória para Bolsas de Estudo para a CAI, formando assim a atual equipe CAI/REJ.